Economia Compartilhada no mercado de escritórios

Em uma realidade onde a produtividade e o crescimento da empresa são reflexos do ambiente organizacional, é válido pontuar que: um local onde vários profissionais de diferentes áreas têm a possibilidade de trabalhar e compartilhar objetos, opiniões e ideias vai além de uma “corporação convencional”, ganha destaque por ter uma proposta de rotina interativa.

A multiplicação do networking faz parte dos diferencias de um escritório compartilhado, a troca de aprendizagem com empreendedores que fogem do seu mercado de atuação tende a agregar valor na inspiração de um projeto. Mais que isso, esses contatos diários podem vir a se tornar fornecedores, parceiros ou clientes do seu negócio.

Para acompanhar as mudanças do cenário do trabalho e fazer com que a rotina e a qualidade de vida sejam adaptáveis às atividades diárias, é viável escolher o compartilhamento do espaço que será cumprido o expediente daquele dia. Ou seja, alugar salas executivas, auditório ou salas de reunião que atenda a demanda profissional requerida pelo segmento naquele momento.

A alternativa de reservar – por horas, dias ou meses – um lugar no qual já tem uma visibilidade bastante significativa e, mais além, proporciona visíveis benefícios de custo e praticidade é indicada para aqueles profissionais que, cada vez mais, trabalham com menos rotina e mais versatilidade.

Atrelado ao benefício de trocar experiências e conexões com pessoas que também frequentam a estrutura, a perspectiva do dividir um ambiente também pode ser um ponto positivo quando o intuito é ter aproximação do cliente. Seja em projetos de curta duração ou em atendimentos pontuais, o fato de estar perto do receptor ou da empresa que tem interesse no serviço e/ou produto oferecido pode ser motivo de decisão na hora do fechamento do contrato.

Outro ponto importante é a “economia compartilhada” ou, como também conhecido, o consumo colaborativo, que, por sua vez, nada mais é que a prática de partilhar ativos subutilizados. Melhor dizendo, é forma de consumo mais sustentável no qual as pessoas compartilham o uso de um bem. Então, nesse enredo, o intuito acaba resultando no estímulo da colaboração e da sustentabilidade.

Saiba mais sobre assunto em: https://www.recifeofficerooms.com.br/salasexecutivas/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.